Google+ Followers

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

"Quando você quiser voltar..."



Eu já não sei mais o que nós temos. Isso se ainda tivermos alguma coisa. Mas é que de uns tempos pra cá tudo anda tão confuso pra mim. Tenho tentado não te ligar, não pensar em você, não pensar em te procurar, mas quando eu consigo te deixar de lado, camuflar minha vontade de você, você me aparece. Aparece pra pedir um conselho ou pra conversar porque tá chateado com a sua mãe ou porque brigou com seu irmão. Você me procura sempre quando eu tô me achando. Quando eu tô voltando a ser quem eu era, você volta. Volta em pensamento, em mensagem, em conversas na internet e até em papos descontraídos com meus amigos. Você volta nos sábados meio nublados, nas noites meio frias, nos dias de chuva. Você volta nos dias quinze de todo mês. Você volta pra me fazer ficar perdida em pensamentos, pra me deixar deitada na cama comendo chocolate e ouvindo músicas melosas. É sempre assim você sempre volta, mas nunca pra mim. Você sempre volta e sempre vai embora. Volta só pra deixar doendo de novo. Sangrando de novo. Chorando de novo. Querendo de novo. Por isso, da próxima vez que você pensar em voltar, que seja por você, mas pra mim. Se não for assim, nem ouse me procurar!

Nenhum comentário: