Google+ Followers

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Tirando a armadura para ouvir (Merit Rabanés)


"Incentivado pelo progresso, o cavaleiro fez algo que nunca havia feito antes. Sentou-se tranqüilo e ouviu o silêncio. Ocorreu-lhe que, na maior parte de sua vida, nunca tinha realmente ouvido alguém ou alguma coisa" (O CAVALEIRO PRESO NA ARMADURA - ROBERTO FISHER - Ed. RECORD).

E assim está a maioria de nós: enclausurada em sua própria armadura, impossibilitada de ouvir os outros. Será que sem saber ouvir o seu próximo, você sabe se ouvir? Consegue ouvir sua voz interior, os comandos de seu corpo físico, sua intuição ditando o melhor caminho?
Um dos principais problemas do ser humano é não saber ouvir.
Já reparou que, quando você começa a contar um problema, a maioria o interrompe para dar soluções, que nem sempre se adequam ao caso? E o seu problema que é importante para você... fica no ar.

O que nos falta para que saibamos ouvir o outro, permitir que ele fale, sem interrupções? Paciência, empatia, atenção, compreensão e aceitação. Então, para saber ouvir, precisamos tirar nossa armadura da impaciência, porque nos escondemos dentro dela, exatamente para não usar nosso tempo com o que não nos interessa.
Precisamos tirar nossa armadura da falta de vontade de conhecer o outro, exercitando a empatia.
Precisamos tirar nossa armadura da desatenção, prestando atenção tanto em nós como naqueles e naquilo que nos rodeia.
Precisamos tirar nossa armadura da exclusão daqueles e daquilo que nos incomoda e só através da compreensão poderemos assim agir.
Precisamos tirar nossa armadura da inflexibilidade, aceitando as pessoas e as coisas como elas são, entendendo que não podemos mudá-las a nosso bel prazer.

Podemos escolher nos afastar de determinada pessoa, de determinada situação, mas não podemos mudá-las porque estamos incomodados.
Deus não faz isto conosco! Ele nos deixa agir livremente, usando o livre-arbítrio... muita pretensão a nossa em querer modificar o outro, não acham?
Toda vez que você exercita as virtudes que o ajudam a ouvir o outro, está tirando parte de sua armadura.
Não tenha medo de viver e ser feliz caminhando mais leve. Olhe ao seu redor e veja quantas pessoas andam, trabalham, estudam, amam, se relacionam com dificuldade... estão todas presas em pesadas armaduras!

Experimente ser mais leve, um ser humano melhor.

Quantas vezes você quis desabafar e não pôde? Teve medo da crítica do outro. Teve medo da incompreensão ou da deturpação. Teve medo da inaceitação do outro. E, principalmente: tentou e foi interrompido para que o outro falasse de si mesmo?

Foi difícil, não foi?

Então, para facilitar, só começando por si mesmo.
Hoje, retire as armaduras que o impedem de ouvir seu amigo, seu colega, seu vizinho, seu parente, um desconhecido.
Além de se sentir mais leve, estará se qualificando para dialogar com seu eu superior, numa relação intrapessoal riquíssima, que só pode elevar-lhe o espírito.

Será que é difícil mesmo?

Não. Você acabou de me "escutar"...

Começar de novo! (Jade Kartàliàn)


Hoje eu quero lhes falar da difícil arte de acreditar, do difícil direito e dever de tentar de novo, porque sempre Deus dá a nós, seus filhos, a oportunidade de um novo começo, mas, nós somos feitos de carne, osso e emoção!

Quando quebramos um braço, vamos ao médico, engessamos, às vezes necessitamos de uma fisioterapia. Doe, sara e passa. É fácil. Quando estamos doentes, vamos ao médico, tomamos um remédio e por mais amargo que seja, tomamos e somos curados. É fácil, mas quando falamos de nossas emoções, quando falamos de sentimentos, daí, a coisa se complica.

Muitas vezes passamos por momentos difíceis, por momentos que machucam e que provocam cortes e dores dentro da alma, então temos a impressão de que não existe no mundo remédio que seja capaz de amenizar e curar nossas dores.

Cometemos erros de pensar que o remédio para nossa cura esta fora de nós, e de certa forma, saímos buscando respostas nas outras pessoas e muitas pessoas se tornam compradores compulsivos, vão ao shopping e fazem verdadeiras loucuras comprando e comprando, como se isso fosse resolver seus problemas, mas não resolve.

Muitos quando estão nesta fase doentia, buscam várias alternativas, mas esquecem de que existe somente uma forma de sair deste buraco negro.

E a forma é uma só: COMEÇAR DE NOVO!

Muitas vezes depositamos esperanças em outras pessoas, depositamos todas nossas expectativas nos outros, buscamos a felicidade na felicidade do outro, buscamos o nosso sorriso no sorriso do outro.

A vida, a balança da justiça da vida, não pesa o outro, pesa nossos atos.

Se perdemos o caminho, ou se alguém te joga fora do caminho, Deus aponta outro, mas muitas vezes, relutamos em aceitar e não tentamos, e ai, tudo se complica. Ficamos presos ao passado e nos fechamos para a vida!

Eu entendo que se fechar para balanço faz parte da vida de todo mundo, acredito que esse processo faz parte de um aprendizado, mas você não pode ficar fechado por tempo indeterminado. As lojas funcionam assim, ficam fechadas para balanço um dia, mas reabrem no outro dia com diferentes promoções e estratégias para atrair o cliente.

Se fechar parta balanço é algo que pode ser usado tanto para destruição quanto para a construção de uma nova vida, então, aproveite o final do ano e faça seu balanço e tenha certeza de verdades absolutas: na existência do poder de Deus em conduzir sua vida e na fé que você tem, no direito e dever de fazer de cada dia da sua vida uma ESTRÉIA, um show cujo principal ator e telespectador é você.

Lembre-se sempre que na sua vida existem dois painéis.
Um que significa o passado, onde os fatos de sua vida estão escritos, as coisas já acontecerão e você não pode fazer nada, mas existe outro painel em branco, puro, limpo, cristalino e ele vai ser preenchido com o que você quer para sua vida, ou seja, com seus projetos, seus ideais e seus amores. Enfim, seu espetáculo!

E ai, reside o verdadeiro segredo o painel do futuro, quando cheio de vida, sucesso, amor, realizações fará parte do seu painel do passado.

Muitas pessoas dizem que não se pode mudar o passado, mas eu te afirmo, você pode, então reescreva o seu passado e tente de novo.

O poder de apagar um passado triste cheios de frustrações e magoas, cheios de pessoas que passaram a ser fantasmas e que não significam mais NADA NA SUA VIDA, VAI SER DEFINITIVAMENTE APAGADO.

Portanto, tente de Novo!

Faça o balanço da sua vida e reabra sua vida, reescrevendo seu passado e escrevendo seu futuro. Reabra sua vida, como um guerreiro ou como uma guerreira que não se preocupa com o adversário. Reabra sua vida com um show, onde este show só perde para o espetáculo do por do sol e para o espetáculo de abrir os olhos e saber que a vida está lá te esperando com O DEVER DE TENTAR DE NOVO E O DIREITO DE SER FELIZ!

Felicidade - Dever de ser feliz (Jade Kartàliàn)


Mas o que é a felicidade? Onde mora a felicidade? Quem tem felicidade? Onde esta a felicidade? A felicidade existe? Temos o direito à felicidade ou temos o dever de se feliz?

Os questionamentos são inúmeros, porém eu lhes digo, temos direito a felicidade e temos o dever de ser feliz, mas a felicidade é diferente de ser feliz? Hoje eu sei que é diferente.

Felicidade são momentos, são relapsos de tempo, são momentos. Felicidade são momentos oferecidos por outras pessoas, felicidade são curtos momentos vividos por você.

Você se lembra de todos os motivos que fizeram você feliz na vida? Aposto que foram muitos, tenho certeza, mas duvido que você se lembre de meia dúzia deles.

Felicidade é receber um presente, mas assim que você abre acaba, passa.
Felicidade, são aqueles momentos deliciosos que encontramos nossos amigos, fazemos churrascos, mas eles vão embora.
Felicidade é tomar aquele cafezinho delicioso junto com seu amor, mas o sabor passa.

Direito a felicidade todo mundo tem, direito a felicidade todo mundo busca.
Felicidade é um direito, mas é passageira.

Mas e o dever de ser feliz como fica?

Dever de ser feliz dentro de você!
Dever de ser feliz não é passageiro, é constante.
Dever de ser feliz acompanha todos os seus momentos.
Dever de ser feliz só existe dentro de você.
Dever de ser feliz encontra a felicidade nos momentos mais solitários, encontra a felicidade nos momentos mais simples.
Dever de ser feliz encontra a felicidade em falar bom dia para um desconhecido.
Dever de se feliz encontra felicidade em buscar novos amigos, buscar novos amores.

Dificilmente você vai ser feliz buscando a felicidade, a verdadeira felicidade se encontra quando se é feliz lá dentro da alma, mas você nunca será feliz se encontrar a felicidade na infelicidade do outro. Sabe por quê? Porque a justiça divina, a justiça da vida trará muitos momentos de felicidade, mas dentro do seu coração, lá no fundo, você nunca conhecerá o que significa ser feliz.
Você tem direito a felicidade, mas antes deste direito você tem o dever de ser feliz.

Incompatibilidade, ( Anna Fonseca)


Há quem olhe para uma determinada pessoa e diga: "Achei minha cara-metade". E sem maiores questionamentos, começam a se envolver com a pessoa, sem saber direito o que esperar. Vou citar um exemplo: quantas pessoas se apaixonam somente pela aparência externa e passam a sonhar com qualidades que ela não possui? Resultado: DESILUSÃO.

E de quem é a culpa? Provavelmente não é daquela que cruzou o caminho de alguém por acaso, que estava quieta em seu canto. A culpa é de quem não questionou devidamente e se iludiu com facilidade, supondo que apenas um rosto bonito, um sorriso perfeito seria sinônimo de felicidade eterna.

Acontece que os objetivos, os ideais de vida dessas pessoas são diferentes. Quando você vai a uma loja de roupas normalmente experimenta uma peça, antes de comprá-la, e por mais atraente que pareça ser, se não servir você não compra, certo? Ou compra pra fazer pequenos ajustes.
Assim são os relacionamentos. Pra dar certo é necessário ver se a pessoa serve, ou se serão necessários alguns ajustes. Grandes reformas são desaconselháveis (tanto em roupas como pessoas), porque deformam o "modelo original", e o que é pior: o caimento da "peça ajustada" jamais será impecável.

Se a pessoa não é aquilo que você almeja, desista. Jamais tente mudar alguém para que se encaixem em seus sonhos. Forçá-las tornará a situação muito pior, como usar um sapato apertado: logicamente você estará calçado, mas com um sapato (lindo até) que lhe da calos, ao invés de conforto.

Aprenda a valorizar seu capital afetivo, e sobretudo a respeitar as limitações do outro.
Se não for possível aceitar uma pessoa pelo que ela é, sugiro que nem comecem a se relacionar, porque essa mudança de personalidade é dolorosa e nem sempre vale a pena, principalmente se a mudança não reverter em benefícios pra quem muda.

Se você tem dificuldades de encontrar alguém que caiba em seus sonhos, talvez seja hora de rever seus conceitos de "alma gêmea". Se você é do tipo que não acerta nunca, tome cuidado, pois talvez esteja exigindo demais. Um pouco de tolerância, humildade e paciência muitas vezes resolve muita coisa.

Esperar pela alma gêmea é perder tempo, mas forjá-la é ainda pior.
Quantas pessoas já se iludiram por causa de um olhar, de um sorriso.. e tiveram ali, naquele doce vislumbre de sorriso, a sensação de que acabara de encontrar a felicidade eterna?
Alguns são capazes de se apaixonar perdidamente por causa de uma simples troca de olhar. Só que muitas vezes, esse olhar não quer dizer nada além de simples cordialidade.
Muitos dirão "Meus Deus, então como devo proceder nesse caso?Que fazer para não cair nas malhas da ilusão?"
A resposta não é tão simples. Por isso mesmo vamos por partes:

- Quando alguém te olhar ou sorrir ternamente verifique as circunstâncias que acompanharam o sorriso ou o olhar. Algumas pessoas simplesmente estão felizes e sorriem para tudo e para todos (algumas estão felizes justamente porque estão apaixonadas... por outro).

- Outras sorriem por simples questão de cortesia, agradecimento, amizade, simpatia.

- Note, se por acaso você não está num estado de carência afetiva aguda. geralmente quem se encontra nesse estado tende a se contentar com "migalhas" de afeto.
Mas se você perceber que está devidamente equilibrado, vamos a segunda etapa:

- Você se encantou com uma pessoa que lhe tratou com demonstrações inequívocas de afeto e decidiu que vai entregar seu coração? Analise friamente a situação.
A pessoa costuma ser simpática com todos ou só com você?
As demonstrações de afeto estão aumentando, estáveis ou diminuindo?
Se estiver mantendo o nível de afeto pode ser que realmente simpatize com você, mas apenas como um bom amigo, nada mais.

Se está demonstrando um interesse crescente (te procurando com muita freqüência, sempre demonstrando simpatia, afeto e atenção) é sinal de que está tentando uma aproximação. Portanto a hora exata vocês dois saberão reconhecer num momento de mais intimidade.
Mas se ela está fugindo, evitando, sorrindo apenas por uma questão de educação e demonstrando frieza e desinteresse...é hora de dar tchau e tentar encontrar uma pessoa que se interesse por você de verdade. Nada de forçar a barra com quem não ta nem aí pra você. Ninguém é obrigado a gostar de ninguém.

Lembre-se: jamais forçar a barra! Deixa acontecer naturalmente, por quem um relacionamento só da certo se ambas forem sinceras. Se você forçar alguém a te aceitar pode ser que ela o faça por um sentimento de piedade (quer coisa pior que isso)?

Então: como não se iludir?

Simples: basta aceitar as pessoas EXATAMENTE como elas são, procurar conhecer seus ideais, sua origem, sua vida, saber do que gostam, dar tempo para conhecer bem as pessoas e se tornar conhecido delas; sem obrigar quem quer que seja a gostar de você e sem se sentir mal com a rejeição.

E essa dor? E será que um dia pára? (Andrea Teixeira)


Tem sempre uma coisa que ainda dói dentro da gente. Uma saudade, um amor perdido, uma situação não resolvida em qualquer área.
Uma briga de casal, uma bronca do pai, uma calça que não entrou. Um "eu não te amo mais"!
Um dia ruim. Uma certeza de que não vai voltar a ser como antes. A falta da paixão avassaladora da adolescência.
A morte de alguém ou de alguma coisa dentro da gente. Um animal de estimação que nunca tivemos, um brinquedo que nunca compramos, uma conta que ainda não conseguimos pagar. Barriga demais, fosfato de menos.

Uma gripe mal curada, uma dor de cabeça, um bico! Um pneu furado, uma vida que deveria, só deveria, ser diferente.
Mas o que dói, o que mais dói dentro da gente são os nossos fantasmas. As vozes fantasmas dessas e de todas as outras coisas que ainda carregamos como se ainda tivessem voz, corpo, espírito. O passado, um passado que não existe mais. Um ontem que simplesmente não tem vida. A falta de vida que carregamos dentro de nós mesmo.
Uma grande fogueira. Um grande lixão. Nada disso funciona se decidirmos que queremos continuar carregando. Se não quisermos é só jogar fora. No mato, na água, na terra. Mandar ir embora com a mesma facilidade com que entraram. Não deixar mais criar vulto, assustar a gente de novo, nos causar pesadelos, doenças. Esses são os verdadeiros fantasmas. Esses são os fantasmas que a igreja deveria tratar de exorcizar. E o nosso exorcista é a gente mesmo!
Então...ao trabalho! Arrume uma cruz, uma garrafa de água benta, uma réstia de alho e mande-os embora. Todos para o lugar deles. A tumba, o cemitério. Porque estão todos mortos, fazem todos parte de um passado morto. Morto mas ainda não enterrado. Enterre seus mortos antes que eles enterrem você. Eles sabem que não querem sair porque sabem que vão morrer se você esquecê-los. Então, seja ruim, mate os fantasmas e não cultive novos.

Isso é dor ainda. É funeral. Mas ninguém disse que a dor não faria parte. Ela ainda faz, só que mais consciente e mais amena.


É tempo de findar!

domingo, 30 de maio de 2010

Martha Medeiros

"Eu sou feito de
sonhos interrompidos
detalhes despercebidos
amores mal resolvidos

Sou feito de
choros sem ter razão
pessoas no coração
atos por impulsão

Sinto falta de
lugares que não conheci
experiências que não vivi
momentos que já esqueci

Eu sou
amor e carinho constante
distraída até o bastante
não paro por instante


tive noites mal dormidas
perdi pessoas muito queridas
cumpri coisas não-prometidas

Muitas vezes eu
desisti sem mesmo tentar
pensei em fugir,
para não enfrentar
sorri para não chorar

Eu sinto pelas
coisas que não mudei
amizades que não cultivei
aqueles que eu julguei
coisas que eu falei

Tenho saudade
de pessoas que fui conhecendo
lembranças que fui esquecendo
amigos que acabei perdendo

Mas continuo vivendo e aprendendo."

Estamos com fome de amor... (Arnaldo Jabor - JORNAL O DIA)


O que temos visto por ai ???
Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micro e transparentes. Com suas danças e poses em closes ginecológicos, cada vez mais siliconadas, corpos esculpidos por cirurgias plásticas, como se fossem ao supermercado e pedissem o corte como se quer... mas???
Chegam sozinhas e saem sozinhas...
Empresários, advogados, engenheiros, analistas, e outros mais que estudaram, estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos... Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dancer", incrível. E não é só sexo não!
Se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida? Sexo se encontra nos classificados, nas esquinas, em qualquer lugar, mas apenas sexo!
Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho, sem necessariamente, ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico na cama ... sexo de academia . . .
Fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçadinhos, sem se preocuparem com as posições cabalísticas... Sabe essas coisas simples, que perdemos nessa marcha de uma evolução cega?
Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção...
Alô gente!!! Felicidade, amor, todas essas emoções fazem-nos parecer ridículos, abobalhados... Mas e daí? Seja ridículo, mas seja feliz e não seja frustrado... "Pague mico", saia gritando e falando o que sente, demonstre amor...
Você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais... Perceba aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, ou talvez a pessoa que nada tem a ver com o que imaginou mas que pode ser a mulher da sua vida... E, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois...
Quem disse que ser adulto é ser ranzinza? Um ditado tibetano diz: "Se um problema é grande demais, não pense nele... E, se é pequeno demais, pra quê pensar nele?"
Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo, assistir desenho animado, rir de bobagens ou ser um profissional de sucesso, que adora rir de si mesmo por ser estabanado... O que realmente não dá é para continuarmos achando que viver é out... ou in...
Que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo, que temos que querer a nossa mulher 24 horas maquiada, e que ela tenha que ter o corpo das frutas tão em moda na TV, e também na playboy e nos banheiros. Eu duvido que nós homens queiramos uma mulher assim para viver ao nosso lado, para ser a mãe dos nossos filhos. Gostamos sim de olhar, e imaginar a gostosa, mas é só isso, as mulheres inteligentes entendem e compreendem isso. Queira do seu lado a mulher inteligente: "Vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois, ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida"... Por que ter medo de dizer isso, por que ter medo de dizer: "amo você", "fica comigo"?
Então, não se importe com a opinião dos outros. Seja feliz!

Antes ser idiota para as pessoas que infeliz para si mesmo!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

'Permanecemos dormindo, fechando os olhos pra muita coisa que nós achamos errado, mas têm uma hora que a vida diz: 'eeei, está na hora de acordar' dai a gente vê o tempo que perdeu vivendo coisas sem sentido, só porque era conviniente viver!''

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Aprender a se colocar em primeiro lugar não é egoísmo e o que não mata com certeza fortalece. Às vezes mudar é preciso, nem tudo vai ser como você quer, a vida continua. Quem faz uma vez não faz duas necessariamente, mas quem faz dez, com certeza faz onze. Perdoar é nobre, esquecer é quase impossível. Quem te merece não te faz chorar, quem gosta cuida quando tem, o que está no passado tem motivos para não fazer parte do seu presente, não é preciso perder pra aprender a dar valor e os amigos ainda se contam nos dedos. Aos poucos você percebe o que vale a pena, o que se deve guardar pro resto da vida, e o que nunca deveria ter entrado nela. Não tem como esconder a verdade, nem tem como enterrar o passado, o tempo sempre vai ser o melhor remédio.

...

O segredo de aborrecer é dizer tudo, ou apenas não dizer nada. (Voltaire)

...


Chico Xavier costumava ter em cima da sua cama uma placa escrita: ISSO TAMBÉM PASSA!
Então perguntaram a ele o porquê disso... Ele disse que era para que quando estivesse passando por momentos dificeis, se lembrar de que eles iriam embora, iriam passar e que ele estava vivendo, isso só por algum motivo.
Mas essa placa também era para lembra-lo de que quando estivesse muito feliz, não deveria deixar tudo para trás e se deixar levar, porque esses momentos também iriam passar e momentos dificeis viriam novamente. É exatamente disso que a vida é feita, "MOMENTOS."
Momentos que temos que passar, sendo bons ou não, para a nossa própria aprendizagem nunca esquecendo do mais importante: NADA NESSA VIDA É POR ACASO!

importante!

O importante não são quantas pessoas telefonam pra você, nem com quem você saiu ou está saindo.Também não importa se você nunca namorou. O importante não é quem você beijou. O importante não são seus sapatos, nem seus cabelos, nem a cor da sua pele, nem onde você mora, que esporte você pratica ou o colégio que freqüenta. Na verdade, o importante não são suas notas, seu dinheiro, suas roupas ou se passou na faculdade. Na vida, o importante não é ser aceito ou não pelos outros. O importante na vida é quem você ama e quem você fere. É como você se sente em relação a você mesma. É confiança, felicidade e compaixão. É ficar do lado dos amigos e substituir o ódio por amor. O importante na vida é evitar a inveja, não querer o mal dos outros, superar a ignorância e construir a confiança. É o que você diz e o significado de suas palavras. É gostar das pessoas pelo que elas são e não pelo que têm. Isso é importante.

:D

Às vezes nos perguntamos 'O que eu fiz pra merecer isso?' ou 'Por que isso tinha que acontecer justo comigo?'. Às vezes a gente se pergunta por que a vida quis que nós passássemos por momentos difíceis, mas a vida sabe que quando ela põe todas essas coisas na ordem exata, elas sempre nos farão bem. A gente só precisa acreditar nela e todas essas coisas ruins se tornarão algo fantástico!

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Um dia você vai estar sozinho;


vai fechar os olhos e tudo estará negro.
Os números da sua agenda passarão claramente na sua frente e você, não terá nenhum para discar.
Sua boca vai tentar chamar alguém, mas não há alguém solidário o bastante para sair correndo e te dar um abraço,Nem te colocar no colo ou acariciar seus cabelos até que o mundo pare de Girar.
Nessa fração de segundos, quando seus pés se perderem do chão,Você vai lembrar da minha ternura e do meu sorriso infantil.
Virão súbitas Memórias gostosas dos meus abraços e beijos, da minha preocupação com você. E só vão ter algumas músicas repetindo no seu celular: as nossas.
E um novo momento você vai sentir um aperto no peito, uma pausa na Respiração e vai torcer bem forte para ter o nosso mundinho delicioso De novo, o nome disso é SAUDADE, aquilo que eu tinha tanto e te falava Sempre.
E quando você finalmente discar meu número, ele estará ocupado Demais, ou nem será mais o mesmo, ou até eu nem queira mais te atender.E se você bater na minha porta ela estará muito trancada, se aberta, Mostrará uma casa vazia.
Seus olhos te ensinarão o que são LÁGRIMAS, Aquelas que eu te disse que ardiam tanto.
O nome do enjôo que você vai Sentir é ARREPENDIMENTO, aquilo que eu falava que sentia quando te pedia perdão por algo.
E a falta de fome que virá chama-se TRISTEZA, aquilo que te falei que sentia quando tudo acabou.Então quando os dias passarem e eu não te ligar, quando nada de bom te acontecer e ninguém te olhar com meus olhos encantados...
Você Encontrará a famosa SOLIDÃO.A partir daí o que acontecerá, chama-se SURPRESA.E provavelmente o remédio para todas essas sensações acima...
é o tal do TEMPO em que você falava!

sábado, 15 de maio de 2010

;@


A falta de definição, por si só, define a vida. Tudo é transitório, nossas manias, nossos pensamentos, nossos amores, nossos pontos de vista. Sabemos quem somos e o que sentimos, mas não sabemos até quando.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

;@@

Não sou perfeita, sou mais uma em um milhão, estranha e fora do padrão [...] E aí, quando o sol então sair, eu sei, que nada me preocupa, na terra do nunca, não é minha culpa, se a vida é uma ilusão

Falem o que quiser... O que é, é!

terça-feira, 11 de maio de 2010

Por que?


E porque me ofereces apenas um quarto do tempo que podes me dar? Sei que podes. Minhas objeções e arrogâncias, talvez, façam parte de um plano maior. De um momento maior. A busca incansável por um período maior. A sensação do perto, o estar, o colado, o grudado, fazem parte dessa busca. E por isso, talvez por isso, a vontade de mais, a sede insaciável da soma.
E porque me ofereces apenas esse quarto de tempo?
Recuso-me a aceitar tal resquício de tempo. Entendo-o de outra forma. Grande injustiça seria, de mim para mim mesmo, aceitar tão escassos minutos... Permitiria-me, entrar numa viagem demasiadamente pequena quando clamo por longas distâncias. A recusa, nessa situação, foi a sede do mais, o querer mais ou quem sabe; demais...

"- Um dia descobrimos ;



, que precisamos de varios motivos para não gostar, mas somente um, para amar; que depois da tempestade, sempre tem o arco-íris; que quando uma estrela cai, um desejo se realiza; que os amigos nos fazem felizes sempre!; que a verdade nunca deixará de ser a melhor solução, que os sonhos não devem deixar de existir. que voar, deve ser maravilhoso; que perdoar e pedir perdão, são os gestos mais puros e valiosos; que a felicidade, está nas coisas mais simples da nossa vida; que um sorriso, pode desarmar uma guerra; que a confiança, é a base de tudo entre duas pessoas; que a família, é o mais importante de tudo; que nunca devemos deixar as coisas pra amanhã; que o tempo, é o melhor remédio; Enfim, um dia descobrimos que apesar de tudo, VIVER, sempre vale a pena.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Acreitai,


Acreditai num mundo em que esteja tudo bem, que só haja boa vibe, paz e amor também. um mundo paralelo está ao nosso alcance, se quiseres faz o teu mundo, não percas essa chance! realmente é difícil aceitar uma desilusão, que a vida onde estás torna-se uma tentação.
sinceramente, me sinto um habitante de outro mundo, universo paralelo onde a paz preenche o fundo. é que vivo a realidade de um mundo que não me dá prazer. não é pressão, não é crise existencial, simplesmente nesse mundo não me sinto especial. não é desacreditar, não é falta de crença, é que parece que nesse mundo preciso ter licença e sem ofença, eu quero a liberdade, andar num mundo sã e sentir-me a vontade.
o amor é a única função pra parar uma revolução, mas nesse mundo não vejo paz e ninguém estender a mão. é normal que seja dono de outra realidade, o mundo que eu acredito é inspirado em bondade.
pra que não sonhar? pra que não inventar? se escondem a desgraça sem se preocupar. pra que gastar forças em uma selva de leões? são todos imponentes, mas dão a vida por tostões. o que seria viver nessa desgraça? passam por cima de tudo só pra receber a taça.
meu mundo não é rico e não existe ninguém pobre, não há classe social que diferencie escravo de nobre.
se não consigo ver, vou sempre sentir. meu mundo é sem voz, mas dá pra ouvir. se não te faz sentido, mas se te falta algo além, fecha os olhos, não te assustas, Ele vai estar aqui também!

quarta-feira, 5 de maio de 2010

O amor.


' O amor é paciente; o amor é bondoso”.
Não inveja, não se vangloria não se orgulha.
Não maltrata, não procura seus próprios interesses,
Não se ira facilmente, não guarda rancor.
O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca perece..."