Google+ Followers

domingo, 28 de novembro de 2010

O vaga-lume.



Conta uma lenda que, certa vez, uma serpente começou a perseguir um pobre vaga-lume.
Este fugia rápido, com medo da feroz predadora, e a serpente nem pensava em desistir. 
O vaga-lume fugiu o primeiro dia, fugiu o segundo dia e nada da serpente desistir. No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra: 
- Posso te fazer três perguntas? 
- Não costumo abrir esse precedentes para ninguém, mas já que vou te devorar mesmo pode perguntar - disse a cobra. 
- Pertenço a sua cadeia alimentar? 
- Não - respondeu a cobra. 
- Eu já te fiz algum mal? 
- Não - continuou ela. 
- Então, por que você quer acabar comigo? 
- Porque eu não suporto ver você brilhar - disse, finalmente, a serpente. 

Então, pensem: 
Quantas vezes alguém já tentou apagar seu brilho só por inveja? 
Pode ser que a coisa tenha acontecido de forma inversa. Nesse caso, você é que assumiu o lugar da serpente. 
A pessoa invejosa incomoda-se mais com sucesso alheio do que com seu próprio fracasso. 
Querer subir na vida não é pecado, desde que o outro não seja usado como escada. 
O brilho do outro não deve atiçar nossa inveja, mas nos servir de estímulo. 
Que graça teria o céu, se nele brilhasse apenas uma estrela? 

Pensem nisso!

Convite à Loucura .





A loucura resolveu convidar os amigos para tomar um café em sua casa. 
Todos os convidados foram. 
Após o café, a loucura propôs: 
- Vamos brincar de esconde-esconde? 
- Esconde-esconde? O que é isso?, perguntou a curiosidade. 
- Esconde-esconde é uma brincadeira. Eu conto até 100 e vocês se escondem. Ao terminar de contar, eu vou procurar e o primeiro a ser encontrado será o próximo a contar. 
Todos aceitaram, menos o medo e a preguiça. 
- 1,2,3..., a loucura começou a contar. 
A pressa escondeu-se primeiro, num lugar qualquer. 
A timidez, tímida como sempre, escondeu-se na copa de uma árvore. 
A alegria correu para o meio do jardim. Já a tristeza começou a chorar, pois não encontrava um local apropriado para se esconder.
A inveja acompanhou o triunfo e se escondeu perto dele debaixo de uma pedra. 
A loucura continuava a contar e os seus amigos iam se escondendo. 
O desespero ficou desesperado ao ver que a loucura já estava no 99.
- 100!, gritou a loucura. Vou começar a procurar... 
A primeira a aparecer foi a curiosidade, já que não agüentava mais querendo saber quem seria o próximo a contar. 
Ao olhar para o lado, a loucura viu a dúvida em cima de uma cerca sem saber em qual dos lados ficar. 
E assim foram aparecendo a alegria, a tristeza, a timidez... 
Quando estavam todos reunidos, a curiosidade perguntou: 
- Onde está o amor? 
Ninguém o tinha visto. A loucura começou a procurá-lo. 
Procurou em cima da montanha, nos rios, debaixo das pedras e nada do amor aparecer. 
Procurando por todos os lados, a loucura viu uma roseira, pegou um pauzinho e começou a procurar entre os galhos, quando de repente ouviu um grito. 
Era o amor, gritando por ter furado o olho com um espinho. A loucura não sabia o que fazer. 
Pediu desculpas, implorou pelo perdão do amor e até prometeu segui-lo para sempre. 

Moral da história: 
O amor aceitou as desculpas e é por isso que hoje e em todo o sempre, o amor é cego e a loucura o acompanha sempre.

dor...


... sentimento de perda, angustia, nostalgia, melancolia, tristeza, impotência. Não há uma definição exata, pois a dor é diferente para cada pessoa. As experiências traumáticas definem a dor, a minha dor é a falta do amor, falta do carinho, das palavras bonitas, dos agrados.

A dor, você simplesmente tem que sobreviver a ela, esperar que ela vá embora sozinha, esperar que a ferida que a causou, sare.

E se ela não for embora sozinha, se a ferida não sarar, você vai se acostumar a ela, e vai perceber que ela faz parte de você, e que não importa quanto tempo passe ela vai continuar ali, mas não vai doer tanto, afinal você vai estar acostumado a ela. A ferida nunca vai cicatrizar e em momentos de nostalgia ela vai sangrar e vai doer, mas em outros momentos você nem vai percebê-la, mas ela estará ali, e sempre que puder vai lembrar-te que um dia você já sofreu e não foi pouco, os medos e as inseguranças do passado voltarão, e você pensa que a dor nunca vai ter fim, de fato não terá, mas você já a superou uma vez, e é capaz de superá-la novamente, a dor nos faz crescer, nos torna forte, é sempre mais fácil suportar uma dor depois de já tê-la suportado uma vez.


“A dor é a origem do conhecimento”

Apenas Mais Uma de Amor...

  
Cada vez que São Paulo tentava explicar o significado da cruz, ele dizia, é loucura, não tentem os inteligentes compreenderem o significado de um homem morrer pelos pecadores, não tentem compreender o significado da morte de um homem que não tinha culpa alguma por um povo culpado, não tentem entender... A mesma coisa eu digo pra você, se você quiser entrar na lógica dos amores que você ama, você vai ficar louco ou vai ser considerado louco porque você leva o mesmo prejuízo da cruz cada vez que você ama, e não há nada que possa nos identificar mais com o Cristo crucificado que o momento em que nós amamos alguém, sabe porquê? É o momento em que você toca aquilo que você tem de mais precioso e puro, é o momento em que você descobre dentro de você todo aquele sentimento mais puro que mora dentro de você por uma razão muito simples, é a água mais limpa que Deus fez em você, é sua capacidade de amar. Não estou falando dos amores interessados, eu não estou falando das amizades interesseiras, dos casamentos por conveniência, não. Eu estou falando do momento em que você se volta para aquele que não merece seu amor e mesmo assim o ama com toda a capacidade do seu coração é disso que eu estou falando. E eu tenho a alegria de poder dizer que nessa vida eu levo prejuízo o tempo todo, mas eu me alegro a cada prejuízo que levo, porque cada vez que eu consigo amar sem interesses, cada vez que posso me doar por alguém, é o meu coração que ganha em qualidade. E você sabe muito bem disso. Quantas vezes o seu amor pareceu um prejuízo aos olhos dos outros?Quantas vezes as pessoas olharam pra você: "você é uma idiota", "você é um louco", "olha o que você faz por amor". Não importa, é o que você tem de mais puro, é que você tem de mais precioso, aí você pode resolver com essa frase que o Lulu Santos escolheu pra colocar nessa música "o que você ganha e o que você perde ninguém precisa saber" é seu. E eu tenho certeza que nessa vida existem muitas, muitas pessoas que hoje poderiam escutar essa canção de vocês. 



“Eu gosto tanto de você que até prefiro esconder deixo assim ficar subentendido como uma idéia que existe na cabeça e não tem a menor pretensão de acontecer. Eu Acho isso tão bonito de ser abstrato, baby, a beleza é mesmo tão fugaz como uma idéia que existe na cabeça e não tem a menor pretensão de acontecer. Pode até parecer fraqueza, pois que seja fraqueza então, a alegria que me dá isso vai sem eu dizer. Se amanhã não for nada disso caberá só a mim esquecer, o que eu ganho, o que eu perco ninguém precisa saber” ♫

(texto do Padre Fabio de Melo e a musica do Lulu Santos)

sábado, 27 de novembro de 2010

O Que Eu Também Não Entendo (Jota Quest) P.S: Adoro essa música! ;@



Essa não é mais uma carta de amor
São pensamentos soltos
Traduzidos em palavras
Prá que você possa entender
O que eu também não entendo...

Amar não é ter que ter
Sempre certeza
É aceitar que ninguém
É perfeito prá ninguém
É poder ser você mesmo
E não precisar fingir
É tentar esquecer
E não conseguir fugir, fugir...

Já pensei em te largar
Já olhei tantas vezes pro lado
Mas quando penso em alguém
É por você que fecho os olhos
Sei que nunca fui perfeito
Mas com você eu posso ser
Até eu mesmo
Que você vai entender...

Posso brincar de descobrir
Desenho em nuvens
Posso contar meus pesadelos
E até minhas coisas fúteis
Posso tirar a tua roupa
Posso fazer o que eu quiser
Posso perder o juízo
Mas com você
Eu tô tranquilo, tranquilo...

Agora o que vamos fazer
Eu também não sei
Afinal, será que amar
É mesmo tudo?
Se isso não é amor
O que mais pode ser?
Tô aprendendo também...

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

...




Talvez eu sofra inúmeras desilusões
no decorrer de minha vida.
Mas farei que elas percam a importância
diante dos gestos de amor que encontrei

Talvez eu não tenha forças
para realizar todos os meus ideais.
Mas jamais irei me considerar derrotada.

Talvez um dia eu sofra alguma injustiça.
Mas jamais irei assumir o papel de vítima.

Talvez eu tenha que enfrentar alguns inimigos.
Mas terei humildade para aceitar as mãos
que se estenderão em minha direção.

Talvez numa dessas noites frias,
eu derrame muitas lágrimas.
Mas não terei vergonha por esse gesto.

Talvez eu seja enganada inúmeras vezes.
Mas não deixarei de acreditar
que em algum lugar
alguém merece a minha confiança.

Talvez com o tempo
eu perceba que cometi grandes erros.
Mas não desistirei de continuar trilhando
meu caminho.

Talvez com o decorrer dos anos
eu perca grandes amizades.
Mas irei aprender que aqueles que
realmente são meus verdadeiros amigos
nunca estarão perdidos.

talvez algumas pessoas queiram o meu mal.
Mas irei continuar plantando a semente
da fraternidade por onde passar.

Talvez eu não tenha motivos
para grandes comemorações.
Mas não deixarei de me alegrar
com as pequenas conquistas.

Talvez a vontade de abandonar tudo
torne-se a minha companheira. Mas ao invés de fugir,
irei correr atrás do que almejo.

Talvez eu não seja exatamente
quem gostaria de ser.
Mas passarei a admirar quem sou.

Porque no final saberei que,
mesmo com incontáveis dúvidas,
eu sou capaz de construir
uma vida melhor.


E se ainda não me convenci disso,
é porque como diz aquele ditado:

“ainda não chegou o fim
Porque no final não haverá
nenhum “talvez” e sim a certeza
de que a minha vida valeu a pena
e eu fiz o melhor que podia."

Já falou-se tanto em amor, amizade e paixão... Que tal falarmos do que não é amor?


Se você precisa de alguém para ser feliz, isso não é amor
É CARÊNCIA.

Se você tem ciúme, insegurança e faz qualquer coisa para conservar alguém ao seu lado, mesmo sabendo que não é amado, e ainda diz que confia nessa pessoa, mas não nos outros, que lhe parecem todos rivais, isso não é amor
É FALTA DE AMOR PRÓPRIO.

Se você acredita que sua vida fica vazia sem essa pessoa; não consegue se imaginar sozinho e mantém um relacionamento que já acabou só porque não tem vida própria - existe em função do outro - isso não é amor
É DEPENDÊNCIA.

Se você acha que o ser amado lhe pertence; sente-se dono(a) e senhor(a) de sua vida e de seu corpo; não lhe dá o direito de se expressar, de ter escolhas, só para afirmar seu domínio, isso não é amor
É EGOÍSMO.
Se você não sente desejo; não se realiza sexualmente; prefere nem ter relações sexuais com essa pessoa, porém sente algum prazer em estar ao lado dela, isso não é amor
É AMIZADE.

Se vocês discutem por qualquer motivo; morrem de ciúmes um do outro e brigam por qualquer coisa; nem sempre fazem os mesmos planos; discordam em diversas situações; não gostam de fazer as mesmas coisas ou ir aos mesmos lugares, mas sexualmente combinam perfeitamente, isso não é amor
É DESEJO.

Se seu coração palpita mais forte; o suor torna-se intenso; sua temperatura sobe e desce vertiginosamente, apenas em pensar na outra pessoa, isso não é amor
É PAIXÃO.


Agora, sabendo o que não é o amor, fica mais fácil analisar, verificar o que esta acontecendo e procurar resolver a situação. Mesmo que a situação se confunda às vezes para você, o correto é que avalie a "PRESENÇA" e a "AUSÊNCIA" de seu par na sua vida e diante do resultado de seus sentimentos irá perceber se algumas das situações acima são temporárias ou caracterizam definitivamente seu tipo de relacionamento. Porque a "convivência" faz com que o tempo transforme o que é AMOR em ETERNIDADE.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

=)

''Amor que é amor dura a vida inteita. Se não durou é porque nunca foi amor.
O amor resiste á distância, ao silêncio das separações e até as traições. Sem perdão não há amor. Diga-me quem você mais perdoou na vida, e eu então saberei dizer quem você mais amou.
O amor é equação onde prevalece a multiplicação do perdão.
Você percebe no momento em que o outro fez tudo errado, e mesmo assim você olha nos olhos dele e diz: "Mesmo fazendo tudo errado eu não sei viver sem você. Eu não posso ser nem a metade do que sou se voce não estiver por perto".
O amor nos possibilita enxergar lugares do nosso coração que sozinhos jamais poderíamor enxergar.
O poeta soube traduzir bem quando disse: "Se eu nao te amasse tanto assim, talvez perdesse os sonhos dentro de mim e vivesse na escuridão. Seu eu nao te amasse tanto assim, talvez nao visse flores por onde eu vi, dentro do meu coração! "

([b]Padre Fabio de Melo[/b])

_

" [i]Você é quem decide o que vai ser eterno em você, no seu coração.
Deus nos dá o dom de eternizar em nós o que vale a pena, e esquecer definitivamente aquilo que não vale[/i]... "

([b]Padre Fábio de Melo[/b])