Google+ Followers

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Sinceramente, me sentia mal em saber o que você queria, quem você queria. Mas agora não, agora não me sinto mais assim. Será que eu me conformei, ou será que eu ainda não aceitei a situação ?

Sei que você deve me ver como uma música que você não quer mais ouvir, um livro que você não quer mais ler ...

Mas espera ! Nessa história quem errou ? Ninguém.

Não houve acertos porque não houve erros, não houve autor, não houve histórias românticas, mas houve amor. Do seu lado maior que do o meu (impressionante, mas com você, senti que eu realmente poderia me apaixonar pela primeira vez.) Foi intenso, verdadeiro, deixou marcas. Tais marcas que carregamos até hoje em nossos pensamentos.
Você tenta me evitar, não me procurar, não tocar no meu nome, mas quando cai por si, cá está você me procurando, e cá estou eu te esperando.

Desejo que um dia a gente tenha chance de falar verdades um para o outro, tais verdades que guardamos no peito. Você procura em outras o que já encontrou em mim, você deseja encontrar uma pessoa quando na verdade a pessoa que você quer e sempre quis sou eu. Isso balança as minhas estrututuras, se eu tivesse sangue frio, muita coragem e um pouco de consciência, eu me afastava de você, mas te ter me faz feliz. Um dia eu ainda te mostro o que sinto por você e você vai me dizer o que sou pra você. Enquando isso ficamos sós, ficamos longe, mas com o pensamento em sintonia um com o outro.
Hoje falei que não escreveria sobre você, mas eu não consegui (como já pode perceber). Por favor não me entenda mal, eu não estou te cobrando nada, afinal você nunca jurou que iria ser pra sempre, muito menos eu. Tomamos estradas distintas, e nos relacionamos com outras pessoas, mas saiba que eu escrevo sobre ti não para lamentar daquilo que nunca aconteceu, mas sim para lembrar que você ainda vive em mim. Se um dia a gente se encontrar, de novo pra nos separar, tenha coragem em ficar para me ouvir falar e quando eu terminar, ou vá embora e nunca mais olhe pra trás, ou feche a minha boca com um beijo tão desejado que nunca aconteceu.

Nenhum comentário: